terça-feira, 12 de junho de 2012

Parem de fechar as avenidas, pá!

Realizou-se mais uma daquelas iniciativas que fazem “parar” a Figueira da Foz! Ainda mais!?... (Interrogar-se-ão alguns!).
Pois é! Os figueirenses já desesperam quando é anunciado uma prova de ciclismo, de automobilismo, de corrida, de aeróbica… pois já sabem que, seja do que for, toca de fechar as avenidas e várias rotundas e estradas da cidade!
Veja-se bem o que se passou no passado fim de semana: À “pala” de uma intitulada “Meia Maratona da Figueira da Foz”, fecharam a avenida 25 de Abril, a avenida do Brasil e a avenida Infante D. Pedro, mais três ou quatro rotundas e dezenas de ruas envolventes! Ou seja, desde o Ténis Clube da Figueira da Foz até à Tamargueira em Buarcos (com ramificações impeditivas para antes e depois destes locais) não se podia circular! Isto durante quase seis horas, entre as 08h30 e as 14h00!
E quem beneficiou com esta prova? Para além da sua comissão organizadora que veio dizer que “foi muito importante para a cidade” (!?) não encontrámos ninguém. Encontrámos foi restaurantes vazios com os proprietários a lamentar a situação, as praias de Buarcos desertas, as avenidas sem gente…
O vereador pelo pelouro do Desporto da Câmara da Figueira que “os objetivos foram alcançados, e que esta ação se inseriu no projeto ‘Cidade Saudável".
Pronto! Alguns ficaram saudavelmente ‘inchados’ por um sucesso em que ninguém reparou, e outros ficaram bem mais ‘tesos’!
(Este artigo foi baseado na opinião do autor deste jornal online, na opinião de três estabelecimentos contactados no percurso da prova, e no resumo de duas opiniões recebidas via email de N.A. e M.A.S.)

6 comentários:

Anónimo disse...

Figueira mais que fechada! Eu nem consegui ir almoçar ao Teimoso! Fiquei em casa que foi mais barato!
A.O.

Anónimo disse...

Tenho pena que os figueirenses olhem assim para uma prova de atletismo, que trouxe cerca de 800 pessoas à cidade.
De facto se é essa a opinião dos figueirense nunca mais lá volto a meter os pés!
Pena que as pessoas sejam assim tão obtusas...
olhe eu sai da meia maratona e fui almoçar a um restaurante da figueira e estava cheio e com fila...

Anónimo disse...

Estou em total desacordo consigo, termos estas provas na figueira é importante, porque não era pelo facto de aquelas ruas estarem ou não abertas ou transito que vai haver mais gente nos restaurantes etc... até porque havia alternativas(porque por exemplo carnaval, a avenida está fechada e atrai gente na mesma e as pessoas não se importam) e ninguém vem para a figueira andar de carro já que havia essa situação aproveitava-se e as pessoas andavam a pé ou de bicicleta pela nossa marginal, era um bom momento para desfrutar e caminhar à beira-mar (QUE PELO QUE SEI É UMA DAS COISAS DE ELEIÇÃO POR QUEM VEM À FIGUEIRA, ESTE POST NÃO TEVE QUALQUER SENTIDO, VOCÊ PARECE UM VELHO, QUE SÓ SABE RESMUNGAR. ACHO QUE EM VEZ DA M-MARATONA TINHAM DADO COMBUSTÍVEL GRÁTIS A QUEM PASSASSE PELA AVENIDA DA FIGUEIRA PARA NEM SE CONSEGUIR ANDAR DE CARRO COMO NO VERÃO E CONTINUAR-MOS A VER OS RESTAURANTES, NA MESMA, HAHA )

Anónimo disse...

os figueirenses, não, este senhor é que tem essa opinião.

Anónimo disse...

Deviam era fechar as avenidas e fazer com que as pessoas andassem mais a pé.
Carros ? Mais ainda ? Gente obesa e anafada ? Não obrigado.

Anónimo disse...

so porque o Sr. Quim Sousa tinha um passeio desclassificaram completamente esta iniciativa. VIVAM os lobbys e a maçonaria. Figueirinhas da treta

CLIQUE EM MENSAGENS ANTIGAS E CONTINUE A LER 'O PALHETAS NA FOZ'
=================================================================

Translate this newspaper for other languages

---------------------------------------------------------------------------------------------------