segunda-feira, 11 de março de 2013

Espelho meu, espelho meu...


=O espelho de água já se vê!=
Mas as pessoas receiam o assoreamento do local depois de concluído, e interrogam-se:
“-Então se ainda não varreram as areias da praceta José Ledesma Criado, em frente ao Meeting Point, que está mesmo ali ao lado e que está assim desde a tempestade de 19 de janeiro, como será que irão conseguir manter o ‘tal espelho’ lá em baixo limpo e desassoreado!?”

2 comentários:

Anónimo disse...

O problema é ao contrário: Dá-me ideia é que vão só manter "o espelho" limpo, que será "a jóia da coroa", e o resto da cidade que se lixe, como vem sendo habitual!
A.O.

nanaia disse...

Eu gostava de saber para que é que gastam tanto dinheiro numa obra destas que não beneficia ninguem , è apenas aspecto.
Espelho de água uma cidade que tem rio e mar , ó meus amigos se o dinheiro sai-se dos vosso bolsos não o fariam mas como são os trabalhadores roubados a pagar, impostos e mais impostos fazem destas obras . Isso servem quem ?

CLIQUE EM MENSAGENS ANTIGAS E CONTINUE A LER 'O PALHETAS NA FOZ'
=================================================================

Translate this newspaper for other languages

---------------------------------------------------------------------------------------------------