segunda-feira, 20 de maio de 2013

Vila Verde, Figueira da Foz: Morre na apanha ilegal de amêijoa

Um homem com 22 anos morreu esta segunda-feira no rio Mondego quando se dedicava à pesca ilegal de amêijoa. 
O alerta às autoridades para o desaparecimento do mergulhador foi dado às 15h13, através de um telefonema anónimo, tendo o corpo do jovem sido encontrado no rio, junto à povoação de Vila Verde, cerca de 30 minutos depois, "à tona de água e já cadáver", referiu Rui Amado, comandante do Porto.
Segundo o responsável da Capitania da Figueira da Foz, a vítima dedicava-se à apanha "ilegal" de amêijoa, dado estar a mergulhar "com botijas, o que é proibido" e estaria no rio "sozinho". Ainda de acordo com Rui Amado, o jovem terá entrado na água pelas 13h00 e não regressou a terra, facto que motivou o alerta às autoridades. 
Rui Amado disse desconhecer as causas da morte, indicando apenas que o cadáver foi recolhido por uma embarcação da Polícia Marítima e transportado para o posto do Instituto de Socorros a Náufragos, de onde deverá ser levado para o Instituto de Medicina Legal. 
No local estiveram 10 homens e três embarcações da Polícia Marítima e meios da PSP e Bombeiros Municipais da Figueira da Foz. (Compilação do “CM”)

Sem comentários:

CLIQUE EM MENSAGENS ANTIGAS E CONTINUE A LER 'O PALHETAS NA FOZ'
=================================================================

Translate this newspaper for other languages

---------------------------------------------------------------------------------------------------