quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Travessa(é) travessa(ê)

É gritante o desmazelo em que se encontra a Travessa da Rua Cardoso Marta (rua sem saída que fica junta ao tapume do terreno onde era para fazer o mercado, paralela à rua Cristina Torres): falta de limpeza, passeio cheio de ervas, uma árvore tombada há mais de dois anos, árvores que secaram e ainda não foram repostas, o parque infantil completamente abandonado, portões arrancados…  é este o estado que se encontra esta rua de uma cidade chamada Figueira da Foz! 
(Enviado via email pelo nosso leitor M.Ferreira)

1 comentário:

José disse...

em vez dos trabalhadores da cama municipal andarem pelas aldeias a tapar buracos com terra e pouco mais, passem-nos é para varredores porque aproveitarão melhor o tempo limpando a cidade ´já que o trabalho feito por eles não passa de uma maneira de receberem o ordenado em prol de nada feito com utilidade...são uma equipa, algumas vezes aos grupinhos a passearem para trás e diante a fim de chegar a hora(bem cedo) para irem para casa descansar do esforço (não do trabalho) mas de terem de esperar pelo salário até ao fim do mês...

CLIQUE EM MENSAGENS ANTIGAS E CONTINUE A LER 'O PALHETAS NA FOZ'
=================================================================

Translate this newspaper for other languages

---------------------------------------------------------------------------------------------------