quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

MP investiga alegada falsificação de documentos na SAD da Naval 1º de Maio

O Ministério Público (MP) está a investigar uma alegada falsificação de atas de assembleias gerais da Sociedade Anónima Desportiva (SAD) da Naval 1º de Maio que levaram à apresentação do Plano Especial de Revitalização (PER) daquela entidade. 
De acordo com fonte ligada ao processo, em causa estão duas atas de assembleias gerais, realizadas em agosto de 2013, cujo conteúdo e assinaturas na lista de presenças não corresponderão à verdade - numa foi nomeado João de Almeida como administrador da Naval Futebol SAD e na outra foi deliberada a apresentação do PER no tribunal da Figueira da Foz. 
De acordo com a mesma fonte, as deliberações que deram origem à apresentação do PER, após a admissão deste em tribunal, serão nulas caso se confirme a falsificação de documentos, sendo que foram aquelas que sustentaram a inscrição da equipa de futebol da Naval no Campeonato Nacional de Seniores, no qual estava impedida de se inscrever, por dívidas que o PER veio suspender. 
(Noticia Visão, através de Lusa, 11h11, 4ª feira, 26.fev.014. Foto nossa de arquivo)

Sem comentários:

CLIQUE EM MENSAGENS ANTIGAS E CONTINUE A LER 'O PALHETAS NA FOZ'
=================================================================

Translate this newspaper for other languages

---------------------------------------------------------------------------------------------------