quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Quem escorrega também cai!

E há muita gente que já escorregou e caiu neste passeio, isto entre o local onde se vê a senhora de carrinho e bengala e a passadeira para peões para o jardim! Momentos antes escorregou aqui outra senhora, mais nova, que não chegou a cair mas que foi a coxear por ter torcido um pé! 
Desde maio passado que, sabe-se lá porquê, as quedas se sucedem, havendo mesmo no mercado eng. Silva uma comerciante que ainda anda “toda partida” e que testemunhou haver mais dois comerciantes, e vários utentes do espaço, especialmente idosos, que ali vão caindo ciclicamente. 
Mas se as quedas têm vindo a acontecer com o tempo seco, imagine-se agora com o piso molhado!
Seria aconselhável que alguém responsável por ‘estas coisas’ indagasse no café da esquina e no mercado para ouvir outros testemunhos e providenciasse uma solução ‘menos escorregadia’!

1 comentário:

Anónimo disse...

A habitual falta de limpeza da cidade...
Um clássico sempre em projecção numa cidade perto de si.

CLIQUE EM MENSAGENS ANTIGAS E CONTINUE A LER 'O PALHETAS NA FOZ'
=================================================================

Translate this newspaper for other languages

---------------------------------------------------------------------------------------------------