sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Em prisão domiciliária na Figueira, António Bastos fugiu. Preso na Guiné, fugiu pelo Carnaval! Ontem foi preso outra vez, desta feita na Gâmbia!... rocambolesco!

O ex-administrador do União de Leiria, António Bastos, que em 2011 se encontrava em prisão domiciliária na Figueira da Foz (devido a ter sido condenado, em 2010, pelo homicídio de um homem que tentou assaltar a sua empresa quando este já se encontrava algemado pela GNR) e que foi recapturado no início deste mês na Guiné Bissau, como aqui noticiámos, aguardava agora a extradição para Portugal mas… conseguiu iludir a PJ local e fugir de novo, entre a 2ª feira e a 3ª feira de Carnaval, agora para a Gâmbia. 
António Bastos simulou uma indisposição, fez constar que preparava um “assalto à sede da policia local” e com isto tudo conseguiu fugir do hospital, encenando uma substituição de seguranças "que fez sair o guarda prisional" que o acompanhava, surgindo ao mesmo tempo um novo advogado que, numa alegada declaração, "assumia a custódia do cliente" 
(Ler noticia completa do CM online AQUI)

Sem comentários:

CLIQUE EM MENSAGENS ANTIGAS E CONTINUE A LER 'O PALHETAS NA FOZ'
=================================================================

Translate this newspaper for other languages

---------------------------------------------------------------------------------------------------