quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Será que a Figueira da Foz não tem população que justifique o serviço de uma Ressonância Magnética!?

Estou a pensar que deve ser muito difícil ser pobre em Portugal e não ter acesso a determinados cuidados de saúde. 
Se um utente do Serviço Nacional de Saúde necessitar de uma Ressonância Magnética, que custa muito dinheiro, esta não é comparticipada pelos Serviços, tendo o doente que a pagar do seu próprio bolso. 
Mais. Mesmo se tiver dinheiro para a efectuar, tem que gastar mais dinheiro ainda e tempo para se deslocar, por exemplo, a uma das diversas clínicas de Coimbra que executam este exame conclusivo, pois, pasme-se, na Figueira da Foz, não o fazem (pelo menos esta foi a informação que me deram no local onde anteriormente se efectuavam). 
Será que a Figueira não tem uma população que justifique ter um serviço destes à disposição dos utentes? 
(Texto de autoria de Luiz M. Gaia Braz que tornou público este desabafo no seu mural do Facebook e que aqui - com a devida vénia e pela sua importância e oportunidade - reproduzimos. - Ilustração nossa)

Sem comentários:

CLIQUE EM MENSAGENS ANTIGAS E CONTINUE A LER 'O PALHETAS NA FOZ'
=================================================================

Translate this newspaper for other languages

---------------------------------------------------------------------------------------------------