segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Sinalização invisível na estrada causa perigo e distúrbios

Devido à inexistência de pintura das sinalizações horizontais nalguns pontos acontecem amiúde situações de distúrbio de trânsito e mesmo de colisão eminente, pelo menos em dois locais da cidade.
O primeiro, e de pior situação, é o do cruzamento junto à piscina do Ginásio, mais propriamente no cruzamento da rua Rancho das Cantarinhas com a rua Joaquim Sotto Mayor, onde o ‘verde’ dos semáforos acende para quem vem de frente e de quem pretende virar para a esquerda... e a confusão instala-se por vezes muito devido à invisibilidade da sinalização no alcatrão! 
O segundo local é de quem pretende virar à esquerda da avenida dr. Manuel Gaspar de Lemos para a rua dr. Luis Carriço, onde depois da ‘zebra’ a tinta… desaparece!

1 comentário:

Anónimo disse...

Estas situações devem ser reportada à autarquia via "A minha rua"
Assim poderá o senhor saber se a CMFF se interessa realmente pela cidade
http://www.cm-figfoz.pt/index.php/a-minha-rua

Será uma favor que nos faz a todos nós que residimos aqui
Obrigado pelo trabalho que realiza na exposição deste tipo de situações

CLIQUE EM MENSAGENS ANTIGAS E CONTINUE A LER 'O PALHETAS NA FOZ'
=================================================================

Translate this newspaper for other languages

---------------------------------------------------------------------------------------------------