segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Fundo de Aprígio Santos gera perdas à banca de € 55 milhões!

O fundo imobiliário Vega detém as jóias da coroa do universo da Imoholding, como herdades em Alqueva e no Algarve, de Aprígio Santos (…/…) recebeu os ativos da Imoholding, de Aprígio Santos, no acerto de contas com a banca, que regista uma desvalorização da ordem dos 55 milhões de euros, um ano depois da sua constituição… 
O artigo do semanário Expresso online de hoje refere que “a participação inicial da CGD de 45 milhões de euros vale agora 31,3 milhões. O BCP é o principal lesado…” 
Acrescenta que “…os principais imóveis são os edifícios habitacionais Terminal do Metro, em Gaia (79 apartamentos e oito espaços comerciais), o Edifício Aveiro no centro da cidade com 16 pisos e 52 apartamentos, e a urbanização Santa Maria na Figueira da Foz, com vários blocos habitacionais…” 
O artigo termina com uma alusão à Naval 1º de Maio: “-E a Naval 1.º de Maio? - No futebol, Aprígio celebrizou-se como presidente da Naval 1.º de Maio, levando o centenário clube da Figueira a competir seis épocas na liga principal = E como está a Naval? Esbraceja para sobreviver, definhando no último lugar, sem vitórias (dois pontos) na série E do terceiro escalão do futebol (Campeonato de Portugal)… Em 17 jogos sofreu 73 golos. Na jornada deste domingo sofreu mais uma goleada (5-0) no campo do Carapinheirense…” 
(Foto nossa de arquivo. Noticia completa da secção Economia do semanário Expresso AQUI)

Sem comentários:

CLIQUE EM MENSAGENS ANTIGAS E CONTINUE A LER 'O PALHETAS NA FOZ'
=================================================================

Translate this newspaper for other languages

---------------------------------------------------------------------------------------------------