segunda-feira, 20 de março de 2017

“Catorze é o cão do quartel”, e ontem a Naval perdeu e ‘levou’ 14!

Quem tem uns anos de Figueira da Foz lembra-se da expressão bem figueirense sempre que se citava o referido número: “-Catorze é o cão do quartel”, dizia-se, em referência a um corpulento cão do então quartel do RAP 3 (hoje da GNR). 
14 a 1, perdeu ontem a Naval com o Mafra, o 1º classificado da sua série do Campeonato de Portugal. E mesmo o seu golo foi… autogolo! A despromoção aos distritais é quase certa. 
E o que se diz agora é que “…a Naval está de rastos”, o que é redundante, pois o clube figueirense não se resume unicamente aos seniores (que, aliás, se apresentou neste encontro praticamente só com jogadores dos júniores). 
Senão, vejamos: Neste fim de semana, os Iniciados verde e brancos venceram em Coimbra a Académica SF por 0-5, garantindo a sua continuidade no Campeonato Nacional da prova; e em Juvenis também conseguiram o prosseguimento no escalão, com a vitória caseira sobre o Elvas por 1-0. 
E mesmo extra futebol, Catarina Norinho, do remo, foi a única atleta do distrito convocada para a Seleção Nacional da modalidade! 
Ou seja, há mais vida desportiva navalista para além do futebol principal. E a participação deste nos Distritais não será nenhum drama, assim haja honestidade de procedimentos

Sem comentários:

CLIQUE EM MENSAGENS ANTIGAS E CONTINUE A LER 'O PALHETAS NA FOZ'
=================================================================

Translate this newspaper for other languages

---------------------------------------------------------------------------------------------------