terça-feira, 9 de janeiro de 2018

Dia de S. Julião evocado na Igreja Matriz com fogo de artifício mas com lamentável ausência de entidades da cidade!

Hoje é dia de S. Julião, o padroeiro da cidade de Figueira da Foz e, como tal, realizou-se a única evocação do dia, uma Missa Solene na Igreja Matriz, na qual esteve representada a Junta de Freguesia de Buarcos e S. Julião através da vice-presidente e do tesoureiro. 
Nos lugares reservados às altas entidades nem um vereador da Câmara Municipal se sentou, nem nenhum representante dos Bombeiros, da PSP, da GNR, não houve nenhuma Banda Filarmónica a marcar presença, nenhuma coletividade… como nos lembramos de ter visto noutros anos! 
Valeu o calor humano das cerca de uma centena de pessoas presentes, da homilia do Cónego João Veríssimo e, sobretudo, do Coral David de Sousa que dignificaram o ato, o Santo e a Cidade. 
No final, e pela primeira vez, houve o lançamento de fogo de artifício durante pouco mais de um minuto. 
Mas S. Julião, o nosso padroeiro, merecia um pouco mais!
(Clicar nas fotos para melhor as visualizar)

Sem comentários:

CLIQUE EM MENSAGENS ANTIGAS E CONTINUE A LER 'O PALHETAS NA FOZ'
=================================================================

Translate this newspaper for other languages

---------------------------------------------------------------------------------------------------