domingo, 4 de novembro de 2018

Árvores e arborizações complicadas em Quiaios, na Serra da Boa Viagem e Figueira da Foz!

Quiaios
Afinal os 32 mil pinheiros marítimos oferecidos por emigrantes de Nogent sur Marne (França) não vão poder ser plantados por indicação do ICNF (Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas) porque “só podem ser colocadas plantas certificadas em Portugal, o que não é o caso”! (Diário de Coimbra, ver AQUI). - Pergunta nossa, que não percebemos nada disto: Terá assim tanta importância a nacionalidade, ou a certificação, das árvores!? 
….............. 
Serra da Boa Viagem
Responsável da autarquia figueirense, em declarações aos jornalistas, defendeu que “o momento subsequente ao Leslie é uma grande oportunidade para fazer o reordenamento florestal da Serra da Boa Viagem”. Tá bem, pronto, mas não façam m... mais asneiras! Já nos chega a deficiente entrada da barra! E o consequente aumentar do areal! E deste com aspeto de pântano devido a essa 'coisa' da “consolidação do areal”! E etc! 
….............. 
Figueira da Foz
O Técnico Florestal Luis dias Breda alerta: “-A foto mostra uma das muitas árvores que a cidade da Figueira da Foz escolheu de forma errada e perigosa para ornamentar a cidade. As espécies de raiz fasciculada só existem por ignorância nas cidades. Pode ser que este fenómeno do furacão Leslie que abalou a cidade e que pôs isto mesmo a nú tenha servido de lição a quem insiste em praticar erros primários destes.”
Enviar um comentário
CLIQUE EM MENSAGENS ANTIGAS E CONTINUE A LER 'O PALHETAS NA FOZ'
=================================================================

Translate this newspaper for other languages

---------------------------------------------------------------------------------------------------