sábado, 22 de junho de 2024

Proprietário da farmácia de Vila Verde apresenta queixa-crime contra vereadora da Câmara Municipal da Figueira da Foz!

O proprietário da farmácia de Vila Verde, José Silva Couto, anunciou ontem, na reunião de câmara, que apresentou no Ministério Público (MP) uma queixa-crime contra a vereadora do executivo camarário da Figueira da Foz Anabela Tabaçó.

Falando no período destinado ao público, o empresário adiantou que a queixa é sustentada em “três crimes públicos”.

Segundo escreve hoje o Diário As Beiras, um desses alegados crimes é a recusa da emissão da certidão, sem a qual o processo de deslocalização da farmácia, de Vila Verde para a cidade (Abadias), não podia avançar. O documento acabou por ser emitido, “por pressão da Provedoria de Justiça”, frisou.

Os outros crimes apontados pelo empresário são abuso de poder e prevaricação.

“A vereadora é contabilista de uma farmácia. É óbvio que o que aqui estava em causa não eram os interesses dos [vilaverdenses]. [Por isso] a senhora vereadora não devia ter intervindo no processo”, afirmou José Silva Couto.

“Poderão haver outras queixas, se houver corrupção… Não posso fazer essa afirmação, porque seria um abuso”, acrescentou.

Esta última intervenção suscitou uma reação enérgica do presidente da Câmara da Figueira da Foz. “O que o senhor está a dizer é um disparate. Está a dizer uma série de coisas que não correspondem à verdade. O senhor não tem o direito de estar a ofender outros”, reagiu Santana Lopes.

“Se eu disser ao MP as pessoas que utilizou para tentarem influenciar a decisão... Tenho os nomes de todos”, disse ainda o autarca...

(…/...)

Numa sessão de câmara, o empresário e o presidente da Junta de Vila Verde, Vítor Alemão, afiançaram que a proposta de deslocalização da farmácia tinha sido aprovada pela Assembleia de Freguesia, o que, verificou-se depois, tal não aconteceu, uma vez que não foi submetida a votos...

(Extrato de notícia compilada do Diário As Beiras de hoje e onde pode ler a notícia completa)

Manifestação frente ao Hotel Vila Galé em dia de inauguração > pela reposição das letras de 'Grande Hotel da Figueira'!

Já se esperava que esta manifestação, marcada para hoje para as 19h30, não reunisse muitos manifestantes, por decorrer a uma hora de jantar, ao fim duma tarde que se revelou muito ventosa e algo fresca, e logo a seguir a um jogo da Seleção de Portugal no Europeu de Futebol!
Mas uns 'teimosos' marcaram presença enquanto lá dentro decorria a inauguração do Vila Galé Collection Figueira da Foz... mas sem as letras de 'Grande Hotel da Figueira' repostas cá fora!

Podem ter sido poucos... mas foram os dignos representantes de todos os figueirenses > porque há sempre alguém que diz não e não se intimida!

“Por se tratar de um edifício classificado, cujas características não podem ser alteradas, será lícito não recolocar as referidas letras, tão icónicas para os figueirenses? - Uma ação que teve por objetivo defender os valores da história da Figueira da Foz a que o referido edifício não pode ficar desassociado por tudo aquilo que representa para a cidade.

A nossa presença foi muito importante para defender a história e a tradição duma cidade que merece ser respeitada!” 

(Fotos de Luís Caldeira e Hermínia Veríssimo)

sexta-feira, 21 de junho de 2024

Polígrafo: Autarquia da Figueira da Foz autorizou a colocação de fachada frente a edifício novo? E concluiu: Verdadeiro mas...

O Polígrafo - o primeiro jornal português de Fact-Checking - é um projeto jornalístico que tem como principal objetivo apurar a verdade no espaço público através do escrutínio ativo dos vários protagonistas que se movem no ecossistema comunicacional.

Ora hoje o Polígrafo dá conta e indaga sobre uma situação já por nós aqui referida há cerca de uma ano, e analisa a situação:

“O que está em causa?

Nas redes sociais tem sido partilhada nos últimos dias uma imagem de um edifício novo com uma fachada, aparentemente antiga, à frente com uma entrada para garagem através dessa mesma fachada. Alega-se que "não podem alterar a fachada nunca" porque é "património" e esta foi a solução encontrada pelo arquiteto. Será mesmo assim? “

Depois de analisar o caso o Polígrafo optou pela classificação “Verdadeiro, mas”, uma vez que a imagem é verdadeira mas carece de enquadramento e contexto.Além de se tratar de um projeto que salvaguardou os azulejos que integravam a antiga construção, as decisões que resultaram nesta obra remontam ao anterior mandato da autarquia...

(Foto nossa - artigo completo ler aqui)

Polícia Marítima fiscaliza de madrugada atividade da captura de sardinha ao largo da Figueira da Foz e Vila do Conde!

Os Comandos Regionais da Polícia Marítima do Norte e do Sul coordenaram, na madrugada de hoje, 21 de junho, uma ação de fiscalização dirigida à atividade da captura de sardinha, em águas do barlavento e sotavento algarvio e no litoral norte, em especial ao largo da Figueira da Foz e de Vila do Conde.

Durante esta ação, realizada entre as duas e seis milhas náuticas (aproximadamente quatro e 11 quilómetros) da linha de costa, foram abordadas 13 embarcações de pesca do cerco, tendo sido realizados três autos de notícia pelos elementos da Polícia Marítima, por utilização de meios proibidos.

Nesta ação estiveram empenhados 25 elementos da Polícia Marítima, apoiados por quatro embarcações.

Com as festividades alusivas aos Santos Populares, esta é uma altura em que o consumo das sardinhas regista um aumento, pelo que a Polícia Marítima reforça a fiscalização e controlo desta atividade piscatória.

(Fonte: Site da Autoridade Marítima Nacional)

quinta-feira, 20 de junho de 2024

Pai controlador abusou da filha em Mértola e continuou ilícitos após mudança da família para a Figueira da Foz - num total de 189 abusos sexuais!

Um pai terá abusado sexualmente da filha 189 vezes, valendo-se da sua autoridade familiar e aproveitando a ingenuidade da menor. O arguido, residente da Figueira da Foz e atualmente com 40 anos, começou a abusar da filha quando esta ainda não tinha 17 anos, só parando quando a vítima saiu definitivamente de casa, aos 19 anos.O arguido responde no Tribunal de Coimbra por 189 crimes de abuso sexual de menor dependente ou em situação particularmente vulnerável. Natural de Lisboa, casou e foi viver para Mértola, sendo pai em 2002. Quando a filha tinha oito anos começou a revelar uma personalidade controladora, sendo por vezes agressivo.
Segundo o Diário de Coimbra, na adolescência, aos 16 anos, a menor começou a ter conversas sobre sexo por iniciativa do progenitor, inclusive sobre a eventualidade de terem ambos relações. Seguiram-se toques no corpo e depois a consumação de relações sexuais, sempre que estavam sozinhos em casa, o que chegou a acontecer cinco vezes por semana. Em 2020, tinha a vítima 17 anos, a família mudou-se para a Figueira da Foz, mantendo-se os abusos.

Segundo a acusação, o arguido valia-se do temor que a jovem lhe tinha, começando também a exigir vídeos e fotografias de teor sexual, o que a jovem fez até fevereiro de 2022, quando saiu de casa.

Os crimes e os incentivos às relações sexuais comprometeram o desenvolvimento da sexualidade da ofendida, que passou a assumir um comportamento extremamente sexualizado, tanto com o progenitor como com terceiros, produzindo vídeos pornográficos que remetia a pessoas que conhecia nas redes sociais.

Para o Ministério Público, o arguido aproveitou-se dos laços familiares, ingenuidade e inexperiência da filha, prejudicando o livre e harmonioso desenvolvimento da personalidade da jovem na esfera sexual. Além dos 189 crimes de abuso sexual de menores dependentes, o arguido incorre nas penas acessórias de proibição de exercício de funções por crimes contra a autodeterminação sexual, liberdade sexual e confiança de menores.|

(Fonte: Diário de Coimbra)

O São João, a animação "olarilolá olarilolé", as 8 marchas + o Banho Santo e o fogo de artifício, e o tempo vai estar 'porreiro'!

Com a celebração do São João, a edição de 2024 das Festas da Cidade continua a animar a Figueira da Foz para já com a Feira de São João e, sobretudo, a Feira das Freguesias, onde marcam presença os grupos locais e a gastronomia das freguesias, e que decorrerá até 24 de junho dia de S. João, amanhã com Lena D'Água, depois com o Pedro Mafama “olarilolá olarilolé”, e na noite de S. João (domingo) os The Gift!Noite em que desfilarão na Avenida 25 de Abril as Marchas Populares, oito no total, o dobro das do ano passado! E todas do concelho da Figueira da Foz, sem necessidade de recorrer a marchas convidadas!

Marchas a desfilar pela seguinte ordem: Marcha Infantil da Escola Básica do Primeiro Ciclo de Quiaios, Mulheres de Tavarede (Junta de Freguesia de Tavarede), Sport Club de Lavos (Junta de Freguesia de Lavos), Grupo de Instrução e Sport (Junta de Freguesia de Buarcos e São Julião), Sociedade Filarmónica Paionense (Junta de Freguesia do Paião), Sociedade de Instrução e Recreio de Lares (Junta de Freguesia de Vila Verde), Quiaios Clube (Junta de Freguesia de Quiaios) e Sociedade Filarmónica Figueirense (Junta de Freguesia de Buarcos e São Julião).

Que voltam a desfilar no dia seguinte 24 de junho Dia de S. João no Coliseu Figueirense!

Ah, e não esquecer espetáculo piromusical, os diversos arraiais populares, e o Banho Santo lá para as “tantas” da madrugada da noite de domingo para segunda-feira, feriado municipal, este que será marcado pela evocação ao Santo com a Missa e a Procissão, que culmina junto ao Rio com a Bênção do Mar!

…................................................................

Quanto ao tempo, boas notícias: O São Pedro aliou-se ao São João, e vai estar um tempo belíssimo, subida de temperatura, e nada de chuva. Talvez um pouco de vento, mas não é aquele veeeeento...

Portanto, divirta-se!

quarta-feira, 19 de junho de 2024

Sabe porque é que todos os dias (ou quase) acontecem acidentes na ponte Edgar Cardoso!?

A nossa leitora Eliana Pereira escreveu no seu portal do Facebook – ou devemos escrever delatou!? - uma situação que, infelizmente, se passa quase que diariamente na ponte da Figueira da Foz:

“Hoje, pelas 14h45, fiz a rotunda que dá acesso à ponte Edgar Cardoso e segui para a mesma… da faixa do lado direito surgiu um carro pesado, vindo dos lados de Leiria, que se colocou a par comigo até a via do lado direito ficar suprimida pelas obras sendo que, do nada, resolveu vir para a faixa da esquerda apertando-me contra os rails de divisão o que me fez travar de repente para evitar bater e, consequentemente, a fila de carros, que vinha atrás de mim, travarem bruscamente também!

Depois dizem que todos os dias há acidentes na ponte e tal…. A culpa não é da ponte é de algumas bestas que ganharam a carta na farinha amparo!

Andam num carro grande…. gostava de o ver a conduzir assim sentado num carro!”

E em baixo desta publicação, alguém comentou:

“...não todos, mas quem conduz camiões, pensa ou julga que quem conduz ligeiros tem de ceder passagem pois eles são maiores e além disso estão a trabalhar! E os outros não devem ter vida, foram para ali passear...”

Colisão entre ligeiro e pesado na A17 >> sentido Figueira-Aveiro provocou dois feridos esta tarde!

Uma colisão, na tarde desta quarta-feira, entre um veículo ligeiro e um veículo pesado de mercadorias provocou dois feridos ligeiros.

O trânsito chegou a estar parcialmente condicionado.

“Resultaram dois feridos ligeiros”, avança fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Coimbra.As vítimas foram transportadas para o Hospital de Aveiro. O acidente aconteceu na A17, sentido Figueira da Foz – Aveiro, e condicionou parcialmente o trânsito.

 (Fonte: Notícias de Coimbra)

terça-feira, 18 de junho de 2024

Hotel Vila Galé da Figueira da Foz anuncia 'requinte e tradição' mas anula essa propalada tradição com a retirada do nome de 'Grande Hotel da Figueira' da sua pala de entrada!

Numa das promoções publicadas no Facebook pelo Hotel Vila Galé da Figueira da Foz, pode-se ler:

“Vila Galé Hotéis - Entre no hotel histórico da Vila Galé na Figueira da Foz, onde o requinte se encontra com a tradição num cenário deslumbrante junto ao mar!”

No entanto, o exterior do edifício revela o contrário, perante a retirada das letras da mais que tradicional designação de 'Grande Hotel da Figueira' da pala de entrada do edifício! Que foram substituídas por uns vasos!...

Uma ação que continua a indignar os figueirenses, como aqui já o escrevemos, perante a ensurdecedora indiferença do grupo hoteleiro.

…................................

Sobre este mesmo assunto, o figueirense Miguel Amaral escreveu-nos:

“A exploração do Grande Hotel da Figueira da Foz passou a ser efetuada pelo Grupo português Vila Galé.

O edifício esteve encerrado para obras de adaptação desde outubro de 2023 a abril deste ano, e durante esse periodo foi retirado o "lettering" com a denominação "Grande Hotel da Figueira" localizado na pala da porta principal de acesso ao interior dessa unidade hoteleira.

Gostaria de salientar e relembrar que de trata de edifício classificado e, como tal, está obrigado a manter e a respeitar a fachada, impondo-se a reposição daquela designação. Mais recordo que o referido hotel, quando passou a ser explorado pela cadeia hoteleira que antecedeu a presente (grupo Accor), também nessa altura, apesar de ter sido, igualmente, objeto de obras interiores e exteriores, a referida empresa manteve na pala aquela designação.

Depois desta última intervenção, e numa visita que efetuei ao local, fiquei deveras agradado que, no hall de entrada, o Grupo Vila Galé desse um enorme destaque à historia deste edificio, com fotografias da sua construção, entre outras. Ora é um perfeito contra-senso que, valorizando desta forma este espaço, se tenha retirado um dos elementos físicos que mais caracterizou o Grande Hotel.

São muitos os figueirenses, os amigos e visitantes da Figueira da Foz, que gostariam de continuar a ver aquele hotel com a denominação, pela qual, tem sido conhecido desde a sua inauguração ocorrida nos anos 50 do seculo passado, um edifício que se tornou uma referencia da cidade. Acontece em muitas outras cidades do nosso país e da Europa em que os edifícios emblemáticos, nomeadamente, os hotéis mais carismáticos, independentemente da alteração de entidade gestora, continuam a ostentar na fachada a sua designação inicial.

A cerimónia oficial de reinauguração terá lugar no próximo sábado dia 22 de junho, e até lá faço um apelo à administração de Grupo Vila Galé para que, num gesto de cortesia, de respeito, e consideração pelos Figueirenses, dê o devido e merecido destaque aquele edifício.”

Município investe mais de 80 milhões do PRR (financiamento a 100%) em habitação, educação e saúde!

O Município da Figueira da Foz candidatou mais de 80 milhões de euros ao Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), com financiamento a 100%, para os setores da habitação, educação e saúde.

Destes, 44,5 milhões são destinados à construção e reabilitação de habitações, 28,6 à requalificação de três escolas e o restante a equipamentos de Cuidados de Saúde Primários.

…...............................................

Segundo o Diário As Beiras, a cedência dos dois edifícios do Ministério da Defesa Nacional para habitação, devolutos desde 2006, foi um processo complexo, difícil e longo. Arrastou-se por longos anos e atravessou vários mandatos autárquicos.

Em dezembro de 2023, porém, após diligências do presidente da Câmara da Figueira da Foz, Santana Lopes, a cordo foi enfim assinado.

As obras candidatadas arrancam até ao fim deste ano, até porque as empreitadas do PRR têm de ficar concluídas em meados de 2026, sob pena de terem de ser devolvidos a Bruxelas os respetivos fundos. O contrarrelógio já começou.

“Os processos estão bem [encaminhados]. Já houve a assinatura dos termos de responsabilidade. Está tudo a andar bem”, garantiu Santana Lopes...

(Extrato de publicação do Diário As Beiras que pode ler completa na sua edição de hoje impressa e digital)

segunda-feira, 17 de junho de 2024

Dois detidos na cidade: um por recusar 'soprar no balão' e outro por álcool a mais!

A PSP da Figueira da Foz deteve no sábado, pelas 04 da madrugada, um homem de 49 anos pelo crime de desobediência, especificamente por recusa em efetuar o teste de alcoolemia.

E neste domingo, no decorrer de uma ação de fiscalização de trânsito na avenida Foz do Mondego, foi detido um homem de 23 anos que conduzia com uma taxa de álcool no sangue de 1,49 gramas por litro, ou seja, cerca de três vezes mais do que o estipulado por lei.

…..........................................................

Atividade Operacional da PSP no distrito de Coimbra entre 11 e 16 de junho:

No período compreendido ente 11 e 16 de junho, a PSP de Coimbra realizou 16 detenções, cinco das quais por condução sem habilitação legal e quatro através de mandados de detenção.

Na vertente da segurança rodoviária, em igual período, foram fiscalizadas 267 viaturas, controladas por radar 2186 viaturas e efetuados 103 testes de alcoolemia.

Em resultado das ações de fiscalização, a PSP de Coimbra autuou 201 automobilistas que infringiram o código da estrada.

Relativamente a acidentes de viação, entre 11 e 16 de junho foram registados 27 acidentes, de que resultaram um ferido grave e nove feridos ligeiros.

Já se veem as obras no Páteo de Santo António que irão repor a beleza e harmonia que o largo tinha até 1948!

Esta empreitada vem “resolver um problema que tem 76 anos” e que teve origem em 1948.
Foi quando “a Câmara da altura resolveu substituir o layout do Pátio, que dizia com a fachada da Igreja, a fachada mais antiga da Figueira da Foz (1524), segundo relatou o Provedor da Misericórdia – Obra da Figueira, Joaquim de Sousa, aquando da assinatura do Auto de Consignação de execução dos trabalhos que constituem a empreitada de “Intervenção Regularização no Cruzamento do Topo Leste na Av. Joaquim de Carvalho e Requalificação do Pátio de Stº António”, adjudicada à firma Gratuitema SA pelo valor de 385.745, 93€ mais IVA, com um prazo de execução de nove meses.

Já Pedro Santana Lopes considerou o Provedor “o verdadeiro arquiteto desta obra, inspirador e de facto lutador por esta reposição, desta identidade deste sítio tão bonito e tão importante, com tão grande valor patrimonial.”

(Fotos de Eduardo Santos - Ler mais AQUI)
Como era o Páteo de Santo António em 1948

Vai nascer em Maiorca na Lagoa Azul um “projeto turístico tido como absolutamente inédito no Concelho”!

Nota de Imprensa da Junta de Freguesia de Maiorca:

“O executivo da Junta de Freguesia de Maiorca recebeu no passado dia 04 de junho, em Maiorca, elementos da Emerge, empresa integrada no Grupo Mota-Engil, que se encarrega da gestão e desenvolvimento do património imobiliário do Grupo.
 

Esta empresa, proprietária da famosa "Lagoa Azul", integrada no espaço físico da extinta exploração de pedra da empresa Guilherme Varino e Filhos, apresentou um projeto turístico absolutamente inédito no nosso Concelho, no nosso Distrito e diferenciador de quase tudo o que existe no nosso País.

Com a empresa realizamos a visita ao local explicando a visão para o projeto que têm em mãos, aguardando desenvolvimentos até ao final de 2024. O projeto apresentado prevê uma unidade hoteleira de baixa densidade similar a Eco Resort, utilizando em pleno o espaço físico existente, a rondar os 17,9 hectares de área, integrando toda uma oferta de lazer, que procurará neste espaço uma total diversidade de serviços ímpares e diferenciadores da oferta hoteleira do nosso Distrito, onde predominarão preocupações ambientais e de sustentabilidade.

A "Lagoa Azul" será mantida dentro das limitações existentes, com edificações completamente integradas na paisagem existente, sem qualquer dano estético e sem necessidade nenhuma de qualquer alteração aos belos campos de arroz, que proporcionam a mais bela vista de “castanho, azul, verde e dourado” da nossa Região.

Um projeto visto com "bons olhos" pelo executivo da JFM, com um investimento estimado de vários milhões de euros, que proporcionará uma expansão turística à Freguesia de Maiorca, bem como toda uma envolvente internacional com a produção do Arroz Carolino do Baixo Mondego e a criação de dezenas de postos de trabalho, diretos e indiretos, que se irão refletir na economia local e regional.

Rui Ferreira, presidente da JFM, assume que um projeto desta envergadura e qualidade, fará de Maiorca a freguesia mais "valiosa" do Concelho da Figueira da Foz, no que ao Património edificado diz respeito e prevê, no sentido do que já vai acontecendo hoje, uma ainda maior atração de visitantes e estrangeiros, que têm vindo a adquirir as casas mais antigas do casco histórico da Freguesia e as têm reabilitado, transformando Maiorca numa freguesia internacional, com a presença à data de residentes oriundos dos mais diversos países, como China, Alemanha, França, Austrália, entre outros.

Maiorca Hospitaleira será cada vez o lema que sempre nos definiu, e que continuará a mostrar a nossa verdadeira capacidade de envolvimento, desenvolvimento e evolução, não só da nossa Freguesia, mas de toda a nossa região.

Agradece assim o executivo à empresa Emerge e ao Grupo Mota-Engil, pela visão apresentada e tudo fará ao seu alcance para que este projeto veja a luz do dia o quanto antes, se possível já no decorrer do ano 2025.

Solicita ainda o executivo da JF de Maiorca e a própria empresa a todos os que anseiam conhecer este espaço, que não o façam, visto estar vedada por motivos de segurança e preservação natural do ambiente.”

domingo, 16 de junho de 2024

Foi mesmo “A Corrida mais bonita de Portugal” >> Os atletas do Sporting venceram a prova e os figueirenses ganharam a aposta neste novo desafio!

O Diário de Coimbra escreveu este domingo na sua
edição online:

Mar. Areia. Sempre a infinitude do Oceano Atlântico como pano de fundo. Subidas que depois são descidas num local que tem tanto de emblemático como de belo. Foi, como se chamou, “A Corrida mais bonita de Portugal” e, claro, o nome era bastante, pode considerar-se, ambicioso na 1.ª edição que teve a ligação “marítima” (mas a duas pernas) entre a praia de Quiaios e a praia de Buarcos, na Figueira da Foz com uma corrida e caminhada com oito quilómetros de distância que contou com mais de 1.600 participantes.

Todavia, na hora de cortar a meta, os vencedores e a organização parecem concordar que o nome foi bem escolhido. Em 24:34 minutos, Rui Teixeira atleta do Sporting com a dorsal 4, foi o mais rápido entre a beleza demandada e venceu uma edição que, por ser de estreia, criará certamente memórias. André Pereira, do Benfica, foi 2º classificado (25:47) e Hermano Ferreira da Escola de Atletismo de Coimbra/AR Casaense alcançou o derradeiro posto do pódio (26:04).

No setor feminino foi Carla Rocha, também da turma leonina, a bater as restantes, tendo cruzado a chegada após 27:30. Solange Jesus, do Braga, foi a 2ª classificada (28:34) enquanto Carla Martinho do Rec. Águeda foi a terceira mulher a chegar tendo percorrido a distância em 29:14.

(Pode consultar as reações dos vencedores e o balanço da organização na edição impressa do Diário de Coimbra de amanhã)

sábado, 15 de junho de 2024

Duas jovens de 19 e 20 anos detidas no Leiria Shopping por furto e agressão já tinham também 'atuado' na Figueira da Foz!

Duas mulheres de 19 e 20 anos foram detidas por agentes da PSP de Leiria por agressão e furto de "diversas peças de vestuário e de cosmética" da loja H&M no centro comercial Leiria Shopping.

Segundo a força de segurança, as duas jovens suspeitas foram intercetadas à saída da loja na passada 3ª feira, pelas 20h15, porém, ao serem confrontadas com o furto, uma das suspeitas agrediu a funcionária que a fez parar "com uma forte" bofetada na cara, tendo sido necessário a intervenção dos vigilantes do centro comercial.

"As suspeitas estavam na posse de uma mala de grandes dimensões, onde transportavam diversos artigos furtados, dos quais tinham sido retirados os sensores de alarme. Foi ainda apurado que possuíam também artigos que já tinham sido furtados noutra loja do mesmo centro comercial", revela ainda a PSP, em comunicado.

As suspeitas foram detidas e transportadas à esquadra de Leiria, onde foram notificadas para se apresentarem no Tribunal de Leiria.

As detidas foram constituídas arguidas com termo de identidade e residência.

A PSP revela ainda que ambas já estão referenciadas por outros ilícitos criminais da mesma natureza, na Marinha Grande, Caldas da Rainha e Figueira da Foz.

(Fonte: Jornal de Leiria – Ilustração nossa)

Placas toponímicas, quem as consegue ver!?

Quem chega à cidade pela Rotunda Coelho Jordão (junto ao CC Foz Plaza) até tem boas indicações para seguir até aos locais pretendidos. As placas estão lá... o problema é conseguir perceber o que indicam de tão sujas que estão!

Mas também e logo a seguir, em frente ao Pavilhão do Ginásio Clube Figueirense, está um placard que indica... zero! Nada escrito, só a estrutura!

Os automobilistas, ao chegar, até dizem: “É pá, tô c'os óculos embaciados!”

sexta-feira, 14 de junho de 2024

Feira das Freguesias e Feira Popular de portas abertas! Veja a reportagem fotográfica

Muito animada esta noite de abertura da Feira das Freguesias e da Feira Popular! Muita gente nas duas Feiras numa noite fresca mas enfeitada de calor humano e alegria!

Ver reportagem fotográfica completa desta noite AQUI!

Polícia Judiciária deteve na Figueira da Foz o padrasto e a mãe por abuso sexual da filha agora com 16 anos!

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Centro, deu cumprimento a um mandado de detenção emitido pelo Ministério Público, para detenção de um homem e de uma mulher, pela presumível prática reiterada de crimes de abuso sexual de crianças e abuso sexual de menores dependentes, ocorridos na Figueira da Foz.

Os detidos, mãe e padrasto da vítima, obrigaram, durante vários anos, a menina, atualmente com 16 anos, a sofrer e a praticar atos sexuais de relevo.

Presentes a primeiro interrogatório judicial, o homem, de 47 anos, ficou sujeito à medida de coação de prisão preventiva e a mulher, de 37, proibida de contactar ou de se aproximar da filha, através de medida fiscalizada com utilização de meios técnicos de controlo à distância.

(Fonte: Site da Polícia Judiciária – Ilustração nossa)

quinta-feira, 13 de junho de 2024

Feira de S.João e Feira das Freguesias 2024 arrancam amanhã

A Feira da Freguesias decorre desta sexta-feira dia 14 até 24 de junho, Dia de S. João.

Abre às 19 horas, e para além da habitual e apetitosa gastronomia do concelho da Figueira da Foz disponibilizada por todas as representações das 14 freguesias, apresenta também um invejável cartaz de animação e espetáculos com artistas de renome. Amanhã começa com o famoso cantor e “imitador das vozes” Fernando Pereira – (Restante programa no cartaz em baixo).
Também a Feira Popular de São João - que inclui a Feira de Artesanato - no apelidado “Parque das Gaivotas”, tem as portas abertas mas com mais ampla abertura igualmente a partir desta sexta-feira, todos os dias a laborar a partir das 16 horas.

(SABER MAIS AQUI)

Campus da Universidade de Coimbra / Figueira da Foz convida alunos para virem estudar perto da praia!

Universidade de Coimbra disponibiliza espaço de estudo no Campus da Figueira da Foz até 26 de julho

*

“O melhor de dois mundos”, é assim que o diretor pedagógico do Campus da Universidade de Coimbra na Figueira da Foz (CUCFF), Miguel Pardal, descreve a iniciativa "Vem Estudar Para a Praia", destinada a acolher estudantes durante a época de exames.

“Grande parte dos alunos da Universidade frequenta a Figueira da Foz, diariamente ou com muita frequência, durante o verão”. Assim, “os alunos podem vir desfrutar do mar, do verão e, ao mesmo tempo, estudam também para os seus exames”, explica o responsável.

O Campus permite que os alunos estudem num ambiente calmo e bem equipado... (Saber mais e ver vídeo AQUI)

quarta-feira, 12 de junho de 2024

Processo dos catalisadores: Tribunal condenou a pena efetiva 14 arguidos, 11 da mesma família do concelho da Figueira da Foz!

O Tribunal de Coimbra condenou esta quarta-feira 14 de 37 arguidos a pena efetiva, envolvidos num megaprocesso relacionado com furtos e posterior comercialização de catalisadores, estando ainda associados crimes como tráfico de estupefacientes, coação, sequestro ou tráfico de pessoas.

Segundo escreve hoje o Correio da Manhã na sua versão online, dois dos principais arguidos foram condenados a 14 anos de prisão, pela prática de crimes de furto qualificado, tráfico de estupefacientes, tráfico de pessoas, entre outros crimes, e um outro a 12 anos de prisão.

Entre as penas mais pesadas, estão ainda dois arguidos condenados a nove anos de prisão (um por vários crimes de furto qualificado e o outro pelo crime de tráfico de droga) e um a oito anos de pena (por furto e coação), afirmou a juíza que presidiu ao coletivo.

Dos advogados acusados no processo, um foi condenado a pena de multa, outra a pena de multa e 14 meses de pena de prisão suspensa, e uma terceira foi absolvida de todos os crimes que constavam no despacho do Ministério Público.

Ao todo, houve cinco absolvições, três penas de multa e 14 penas suspensas na sua execução.

(…/...)

Quase no final do julgamento, um dos arguidos condenado a prisão efetiva (nove anos) manifestou vontade de sair da sala do tribunal, e, perante a recusa da polícia, entrou em confronto com os agentes, que tiveram de o algemar e retirar do local.

O julgamento deste processo arrancou em novembro de 2023, numa sala do tribunal adaptada para receber os 37 arguidos e dezenas de advogados.

Segundo a instrução a que a agência Lusa teve acesso, no total, os 37 arguidos estavam pronunciados por milhares de crimes, recaindo a grande maioria sobre 14 elementos, 11 deles da mesma família, do concelho da Figueira da Foz, que pelo menos desde 2019 teriam formado um grupo criminoso.

Entre os alegados crimes de que eram acusados figuravam a associação criminosa, tráfico de estupefacientes agravado, violação de segredo de justiça, prevaricação de advogado ou solicitador, falsificação ou contrafação de documento, falsidade informática e coação.

Os 37 arguidos têm idades entre os 20 e os 67 anos, encontrando-se oito a cumprir pena de prisão preventiva...

(Extrato de publicação compilada de Correio da Manhã de hoje na sua versão online e que pode ler completa AQUI)

Mercado Engº Silva tem patente exposição trabalhos das escolas do concelho alusivos a S. João o santo destas festas populares!

“O S. João visto pelos mais pequenos”

Sob o mote o "O S. João visto pelos mais pequenos" decorre até ao final do mês de junho, no Mercado Engº Silva, uma exposição de trabalhos alusivos ao Santo destas populares Festas pagãs da Cidade.

Estes trabalhos foram feitos por alunos de escolas do Concelho da Figueira da Foz.

Resultam do desafio lançado pela ACIFF - Associação Comercial e Industrial da Figueira da Foz e contou com o apoio do Município, para a exposição dos trabalhos realizados.

Ao todo podem ser vistos perto de 20 trabalhos feitos com materiais reciclados pelos alunos do Pré-Escolar e 1.º ciclo das Escolas do Bom Sucesso, Netos, Cova da Serpe, Brenha, São Julião/Tavarede, Rui Martins, Gala e Leirosa.

terça-feira, 11 de junho de 2024

Conduzia em velocidade e sem carta, mas polícias desconfiaram também do seu nervosismo e encontraram droga no porta luvas!

A Polícia de Segurança Pública da Figueira da Foz detetou, no passado sábado pelas 01h40 na Rua Maurício Pinto, um veículo em excesso de velocidade.

Quando foi solicitada a documentação pessoal e da viatura ao condutor de 25 anos os agentes verificaram que não era detentor de carta de condução.

Devido ao nervosismo demonstrado, foi submetido a revista de segurança, tendo sido encontrado, no interior de uma bolsa que trazia, e também dentro do porta luvas da viatura, um produto suspeito de ser haxixe, o que se confirmou posteriormente através de testes realizados na esquadra, em quantidade suficiente para 54 doses individuais.

A PSP apreendeu ainda uma balança de precisão e 60 euros em numerário.

(Compilação de Nota de Imprensa do Comando Distrital da PSP / Ilustração nossa)

Homem e mulher detidos na Figueira da Foz por condução com álcool a mais > E a atividade semanal da PSP Distrital registou 128 testes de alcoolemia e 33 acidentes de viação com 14 feridos

Por condução sob efeito de álcool a PSP deteve neste domingo, às 04h36, na rua da Fonte, um homem de 50 anos que conduzia com uma taxa de álcool no sangue (TAS) de 1,32 gramas por litro (g/l).

Também neste dia pelas 10h40 na rua de Mortágua foi detida uma mulher de 22 anos que, submetida ao teste de alcoolemia na sequência de um acidente de viação em que foi interveniente, acusou uma TAS de 1,77 g/l.

…...............................

Atividade operacional da PSP Distrital de Coimbra entre 3 e 10 de junho

Neste período, 81 automobilistas foram autuados por violação do código da estrada.

Os autos de contraordenação resultam de ações de fiscalização de trânsito, em que foram fiscalizadas 316 viaturas e efetuados 128 testes de alcoolemia.

No mesmo período, foram registados 33 acidentes de viação, de que resultaram 14 feridos ligeiros.

No que respeita à prevenção e combate à criminalidade, foram realizadas 10 detenções: três por condução sob influência de álcool; duas por suspeita de tráfico de estupefacientes; três através de mandados de detenção; uma por furto em estabelecimento; e uma por posse de arma proibida.

(Compilação de Nota de Imprensa do Comando Distrital da PSP / Ilustração nossa)

segunda-feira, 10 de junho de 2024

Mais um cometa vai passar pela Terra e possivelmente vamos vê-lo desintegrar-se em direto > Entretanto e na Figueira da Foz há mais estrelas para ver na Esplanada e na Serra!

Muitas pessoas mais crédulas, quando observam estes fenómenos, são lestas a afirmar que são extraterrestres a invadir a Terra!

*

O cometa C/2023 A3 demorou dezenas de milhares de anos a passar pelo sistema solar. Tornar-se-á mais brilhante do que a maioria das estrelas do céu noturno e se sobreviver poderemos visualizá-lo ao "vivo e a cores"!

Os astrónomos acreditam que o cometa será visível a olho nu em outubro de 2024 (dias chave: 12 e 13) depois de passar pelo Sol, o seu periélio.

Ainda é muito cedo para ter a certeza, mas pensa-se que atingirá uma luminosidade semelhante à das estrelas mais brilhantes do céu noturno,

Alguns astrónomos preveem que se verá um espetáculo tão brilhante como o famoso Hale-Bopp em 1997, e outros acreditam mesmo de se irá desintegrar no final de setembro... (pplware.sapo.pt / ciência).

…........................................

Entretanto pode observar, a partir da Esplanada Silva Guimarães e do Miradouro da Bandeira, o encanto do firmamento e a possibilidade de olhar para as estrelas e observar os objetos celestes.

No âmbito de uma parceria estabelecida com o Município, a equipa Marques Photography composta pela Maria e pelo Miguel Marques vai dar a conhecer o céu noturno da Figueira da Foz.

A partir da próxima quinta-feira dia 13 de junho estas visualizações com telescópio vão ter início, todas das 21 horas à meia-noite, nos seguintes dos dois locais:

Esplanada Silva Guimarães: (Junho – dias 13 e 14 / e de 16 a 20; Julho – de 11 a 18; Agosto – de 09 a 16).

Miradouro da Bandeira: (Junho – dia 29; Julho – dia 27).

Dinamização de Marques Photography / Gratuito / Atividade dependente das condições atmosféricas.

Arraial de Santo António no seu Pátio com a animada presença pela 20ª vez do popular e "pouco santificado" Quim Barreiros!

Na quarta-feira dia 12 de junho é véspera de Santo António. E à noite, a partir das 19h30, tem inicio a Festa de Arraial no Pátio de Santo António, com música ao vivo pelo Grupo Musical “Luís Tomás & João Tomás”.

Mas “o desejado” desta festa chega pelas 22h30. Quim Barreiros marca uma vez mais presença nesta festa e animará a noite com as suas canções populares, garantindo muita diversão e boa disposição.

A Missa Solene, com a participação do Grupo Coral da Paróquia de Buarcos, acontece no dia 13. A cerimónia será seguida pela bênção e distribuição simbólica de pães e cravos, mantendo a tradição de Santo António como o padroeiro dos pobres.

Translate this newspaper for other languages

CLIQUE EM MENSAGENS ANTIGAS E CONTINUE A LER 'O PALHETAS NA FOZ'
=================================================================

---------------------------------------------------------------------------------------------------