quinta-feira, 19 de julho de 2018

Grupo de apostadores insultou tenistas na Figueira da Foz!

Está a decorrer no Tennis Club da Figueira da Foz o “Figueira da Foz International Ladies Open '18” que envolve em competição até domingo algumas das melhores tenistas nacionais e internacionais.
Ora o ‘Bola Amarela’, site de referência do Ténis em Portugal, revelou há dois dias uma situação... inenarrável: 
“-Um grupo de apostadores juntou-se para insultar as jogadoras do ITF da Figueira da Foz durante os mais diversos encontros da competição, que distribui 25 mil dólares (.../...) A situação foi denunciada pelas próprias jogadoras, com Irina Ramialison a publicar uma foto dos ditos apostadores e Marine Partaud aproveitou para pedir ajuda à ITF. “Façam alguma coisa. Somos insultadas em todos os encontros, antes e depois dos encontros, quer ganhemos ou percamos. Partilhem a mensagem!”. 
Esta é uma situação que não é nova nos torneios disputados em Portugal, mas a localização do ITF da Figueira da Foz permite que os apostadores possam estar fora do recinto a acompanhar os encontros… aproveitando para insultar as jogadoras.” 
=Ler notícia completa do site ´Bola Amarela’ AQUI=

A GNR apreendeu polvo imaturo na lota da Figueira da Foz que depois doou a instituições

A Unidade de Controlo Costeiro da Guarda Nacional Republicana, através do Subdestacamento de Controlo Costeiro da Figueira da Foz, apreendeu na passada 2ª feira 162 quilos de polvo imaturo “Octopus Vulgaris”. 
A apreensão foi efetuada no âmbito de uma operação destinada ao controlo do cumprimento das normas que regem a captura, desembarque, transporte, e comercialização de pescado fresco, realizada na lota da Figueira da Foz. No decurso da fiscalização os militares detetaram que existia pescado a ser transportado sem as medidas regulamentares, tendo identificado o responsável pelo transporte do pescado e elaborado o respetivo auto contraordenação. 
O pescado fresco foi sujeição a uma inspeção higiosanitária que o considerou próprio para consumo, tendo assim sido entregue a três instituições de solidariedade social da região.  (Compilação de notícia constante da página online oficial da GNR)

quarta-feira, 18 de julho de 2018

A Figueira da Foz "esqueceu-se" de assinalar hoje os 100 anos do nascimento de Nelson Mandela!

Em fevereiro de 2015 foi inaugurada na nossa cidade a Rotunda Nelson Mandela. 
Em fevereiro de 2016 foi inaugurada nesta rotunda uma escultura a Nelson Mandela. 
Em julho de 2018, hoje mesmo, assinalaram-se os 100 anos do nascimento de Nelson Mandela mas a Figueira da Foz - onde foram inauguradas escultura e rotunda com o seu nome - ‘esqueceu-se’ da data, não tendo sido anunciado ou divulgado algum mínimo e singelo ato evocativo que fosse! 
Mas o Facebook recordou-o: 
“-No dia em que celebraria 100 anos, recordamos o antigo Presidente da África do Sul como o maior defensor dos direitos humanos, da dignidade e da liberdade. Imagina o impacto que teríamos se todas as pessoas seguissem o seu exemplo e tentassem fazer a diferença na vida dos outros!”

Se houver uma emergência os veículos de socorro não passam!

Os Bombeiros Municipais já não estão instalados no antigo quartel junto à Igreja Matriz, o que não quer dizer que ali não se desloquem várias vezes. Mas depois para se irem embora, o melhor é não o fazerem pela rua Fresca, pois está quase sempre condicionada pelo mau estacionamento de um ou outro automóvel, como aliás já neste jornal alertámos em setembro de 2016! 
Nem passam eles nem outros veículos um pouco maiores, nem mesmo outros carros de emergência mais largos! É um local com boas soluções de estacionamento perto, não é preciso querer os carros estacionados mesmo à porta de casa!

terça-feira, 17 de julho de 2018

O pior sunsujo de sempre!

Dez dias depois da realização desse grande evento que decorreu nos dias 6, 7 e 8 de julho - que se denomina Sunset e que se quer manter para o futuro - o areal da Praia do Relógio continua no “lindo” estado que as fotos (retiradas de uma filmagem de Pedro Silva realizada hoje ao fim da tarde) documentam!
Mas manter o Sunset para futuro, assim, é difícil! Assim como atrair banhistas para a praia da Figueira da Foz é difícil! Assim como manter a Bandeira Azul na Praia do Relógio é difícil. 
Assim como haver ‘manutenção das coisas’ na cidade é difícil!

segunda-feira, 16 de julho de 2018

Mulher foi detida no Bairro Novo por injuriar e tentar agressão a agentes policiais!

Eram já 07h40 da madrugada do passado sábado quando elementos da Polícia de Segurança Pública da Figueira da Foz se deslocaram para a rua Bernardo Lopes, após conhecimento de desentendimentos entre uma cidadã e o segurança de um estabelecimento de diversão noturna.
Confrontada com os factos a mesma, numa atitude agressiva, recusou-se a abandonar o local e aos gritos continuou a perturbar o bom funcionamento do referido estabelecimento, injuriando e tentando mesmo agredir os agentes. 
Assim, não restou a estes outra alternativa senão dar voz de detenção à mulher, de 41 anos e residente na Figueira da Foz. 
(Compilação de Nota de Imprensa enviada pelo Comando Distrital da PSP / Ilustração nossa de arquivo)

Suspensão da pesca da sardinha!?

Na Figueira da Foz, a possibilidade de suspensão da pesca da sardinha está a causar grande preocupação. A medida terá um forte impacto no comércio. 
Veja a reportagem da SIC hoje na Figueira da Foz, ouvindo comerciantes do mercado e proprietários de restaurantes AQUI.

domingo, 15 de julho de 2018

A 30ª Gala Internacional dos Pequenos Cantores da Figueira da Foz realizou-se hoje de manhã no CAE e em direto na RTP1

Todos os Pequenos Participantes
Realizou-se este domingo de manhã no Grande Auditório do Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz a 30ª Gala Internacional dos Pequenos Cantores, que teve transmissão em direto pela RTP. 
Martina Klobosicová
A grande vencedora estrangeira foi Martina Klobosicová, de 10 anos, da Eslováquia, com o tema ‘Pol’ana’. 
Leonor Simões e Zara Furtado
E os vencedores nacionais foram Leonor Simões de 9 anos da Figueira da Foz com o tema ‘Arca de Noé’, e Zara Furtado de Leiria com ‘A Natureza’. 
=VER INFORMAÇÃO COMPLETA E CONJUNTO DE FOTOS AQUI=

sábado, 14 de julho de 2018

Passou ontem na rua um amolador de facas a tocar na sua flauta e houve logo quem dissesse: “...pronto, temos chuva!”

Então e não é que vamos mesmo ter chuva amanhã, domingo!? Vá, para a Figueira da Foz nada de mais, só uns pingos / aguaceiros de madrugada e talvez durante a manhã... se se deitar cedo e levantar um pouco mais tarde, nem vai notar! 
E também nem irá notar que a temperatura pode descer um ou dois graus a meio da semana, voltando à temperatura ‘normal’ que se tem feito sentir nestes últimos dias no próximo fim de semana! Aí, prepare um fato de banho adequado e ‘zarpe’ para a praia! » » » » » » » » » » » » »
Quanto à frase “-Temos chuva” é, na verdade, uma usual frase que se dizia antigamente - e ainda hoje em dia, convenhamos - quando se ouvia a flauta ou a gaita, pois anunciava que o amolador / afiador de facas, de navalhas, de tesouras, de chapéus de chuva estava ali naquela rua! 
https://youtu.be/tWyo6HovVq4
O hábito de dizer isto surgiu há muitas décadas pois estes amoladores costumavam, na verdade, aparecer, quando começava a chover, quando as pessoas mais iriam precisar dos chapéus de chuva que poderiam estar com uma ou outra ‘vareta’ estragada, e mesmo quando as facas, navalhas e tesouras, mais húmidas e a ganhar alguma ferrugem, começavam a precisar de alguma manutenção!
Para relembrar o amolador a anunciar a sua presença, clique na foto e ouça-o a tocar a flauta (ou gaita ou pífaro) numa rua da nossa cidade!

sexta-feira, 13 de julho de 2018

Comboio com 50 crianças chocou com camião a meio desta tarde na Linha do Oeste

Um comboio que transportava cerca de 50 crianças chocou esta sexta-feira, pouco depois das 17 horas, com um camião na Linha do Oeste, em Maceira, Leiria. 
A SIC Notícias informou há poucos minutos que o comboio fazia a ligação entre as Caldas da Rainha e a Figueira da Foz e transportava 110 passageiros, a maioria crianças. Algumas destas crianças registaram pequenas escoriações e foram assistidas no local, mas não houve necessidade de transporte para o hospital. 
=Ler notícia completa de SIC Notícias das 19h06 AQUI=

quinta-feira, 12 de julho de 2018

Pirataria de perna de pau, de olho de vidro e cara de mau!

Em Buarcos a Feira Pirata vai decorrer no último fim de semana deste mês de julho, mas as vedações na rua 5 de Outubro, por cima das muralhas, já estão colocadas desde o início do mês! E para ver as habituais e agradáveis vistas sobre o areal, o mar e o casario da Figueira da Foz, agora é que pode mesmo esperar sentado... e tentar ir espreitando pelas frichas, claro! 
Por sua vez ocorreu o despiste de um automóvel na noite / madrugada de sábado para domingo nesta acima citada rua. Um nosso leitor (J. Pimentel) informou-nos que o carro terá alegadamente batido primeiro nalguns dos taipais depositados no chão e que estavam a ‘invadir’ parte da estrada, despistando-se depois contra um varandim que derrubou para cima de dois automóveis que se encontravam estacionados na via de baixo! 
Tudo isto para uma Feira Pirata que só vai decorrer daqui a 15 dias!

De certeza, de certezinha, que não há perigo nenhum!?

Ali mesmo em frente ao espelho de água e com a estátua da ‘Preguiça’ a mironar, será que este poste de iluminação pública de certeza, de certezinha, que não oferece perigo nenhum nem para os automóveis nem para os peões!? 
É que para além de o chão estar partido, o próprio poste está bem lascado! 
Cuidado!

quarta-feira, 11 de julho de 2018

Pedras afiadas no acesso à praia de Buarcos

Em Buarcos, o acesso à praia entre a estrutura de bar com esplanada ali recentemente construída e o recente e inestético muro de cimento, está coberto de um lado ao outro de pedras pontiagudas, que dificultam e ferem mesmo os mais desprevenidos. 
A piorar a situação, note-se que este acesso situa-se na continuação de uma ‘passadeira para peões’.
Maria Helena, que publicou a foto no seu mural do Facebook, remata: “-...até parece anedota!” 
Mas achamos que quem ali passa não deve achar graça nenhuma!

terça-feira, 10 de julho de 2018

Se chove alaga, se faz Sol acampa-se!

E não é preciso chover muito para que a rotunda situada no final da 1ª Travessa da Rua Dr. Luis Carriço fique alagada, pois a grelha de escoamento de águas pluviais fica situada numa cota superior, como a foto bem documenta. Os turistas do hostel ali perto até têm de se descalçar ou arregaçar as calças para aceder aos seus carros... e depois com um sorriso amarelo até tiram umas selfies! Que lindas imagens levam da nossa cidade! Mas como andam por aí várias obras, haja esperança de um arranjo no local antes das próximas chuvas! 
Por sua vez, e se faz Sol, o lugar é apetecível pois até se acampa. Mesmo no meio da rotunda, pois está claro, onde os carros também têm a mania de passar, que coisa!... já nem há respeito pelos SunSetianos (festivaleiros do sunset - fomos nós que inventámos!) que ali montam barraca! 
(Compilação de textos, e fotos, enviados pelo nosso leitor Luis Breda)

Lembram-se!? E sabe o que se fazia com uma nota destas!?

Na Figueira da Foz:
Comia-se um frango de churrasco ao almoço, 20$00 - Depois cinema (matiné) no Parque Cine 10$00 - Comiam-se duas sandes de presunto ao lanche, 6$00 - e bebia-se uma jarra de tinto na Casa Arnaldo, 3$00 - para acompanhar o jantar de sardinhas assadas, 17$50 - Revista à Portuguesa no Grande Casino Peninsular, 16$00 - Telefonema de uma cabine ou do telefone público do Café Nicola para casa a dizer que estava tudo bem, 1$00 - Dormia-se numa pensão com pequeno almoço incluído, 5$00 - Viagem de camioneta, 1$50... e no fim ainda se registava uma poupança de 20$00! 
Hoje 100$00 são 0,50 cêntimos. Se se dá de gorjeta a um ‘arrumador’ de carros, ele torce o nariz por achar pouco!

segunda-feira, 9 de julho de 2018

Dois detidos por tráfico de haxixe no Sunset e rua da Liberdade!

No sábado, pelas 14h45, foi detido por elementos da Polícia de Segurança Pública da Figueira da Foz um homem de 30 anos, residente em Vila Real, pela prática do crime de tráfico de estupefacientes. 
A detenção surgiu na sequência de uma fiscalização policial no evento ‘RFM–SOMNII SUNSET’, tendo-lhe sido encontrado no interior de uma mochila uma pequena embalagem que continha um produto de cor castanha suspeito de ser estupefaciente o qual, após análise, se confirmou tratar-se de haxixe num total de 9 doses individuais. 
............................................................. 
Por sua vez, e já pelas 03h25 da madrugada de domingo na rua da Liberdade, foi detido um homem, de 26 anos, residente na cidade, igualmente pela prática do crime de tráfico de estupefacientes. 
Esta detenção aconteceu após uma ação de fiscalização num local normalmente frequentado por indivíduos ligados ao consumo / tráfico, tendo-lhe sido encontrado no interior de uma pequena embalagem um produto de cor castanha suspeito de ser estupefaciente o qual, após análise, se confirmou tratar-se de haxixe num total de 7 doses individuais. 
(Compilação de Nota de Imprensa do Comando Distrital de Coimbra da PSP / Ilustração nossa de arquivo)

Tentou fugir à polícia após desacatos, mas foi intercetado!

Alertados para ocorrências de desavenças na zona do Alto do Forno, agentes da PSP deslocaram-se prontamente para o local. 
Aqui chegados detetaram que um homem de 41 anos e residente em Monte Formoso, Coimbra, ao aperceber-se da presença policial, estava a entrar na sua viatura com a intenção de abandonar o local, mas conseguiram intercetá-lo. 
Sujeito a revista de segurança, bem como à viatura foi encontrado: 
Um revólver carregado com 6 munições no tambor; Uma espingarda com 4 cartuchos no seu interior; 41 munições 357 magnum; 8 cartuchos calibre 12; e 2 munições de 09 mm. 
Não sendo o homem titular de qualquer licença de uso e porte de arma, foi-lhe dada voz de detenção por posse de armas e munições proibidas, tendo tudo sido apreendido.
(Compilação de Nota de Imprensa do Comando Distrital de Coimbra da PSP / Ilustração nossa de arquivo)

domingo, 8 de julho de 2018

No Monumento aos Combatentes as flores apodrecem!

No monumento de Homenagem aos Combatentes no Ultramar do Concelho da Figueira da Foz (1961-1974) situado ao início do Largo Luis de Camões (Praça Velha) muitas pessoas ou entidades depositam, de quando em quando, ramos ou coroas de flores, que passados uns dias, vão obviamente secando e apodrecendo, e ficando ali 'esquecidas' sem ninguém as retirar, causando visível mau aspeto!
Ora aqui solicitamos para que haja alguém responsável nos serviços de limpeza urbana da cidade que vá reparando nas flores ali colocadas e, quando estiverem murchas, as mande retirar, pois assim (secas e podres) não dignificam o monumento, nem os seus homenageados falecidos, nem a própria Câmara Municipal.

Numa rua em Brenha ‘até no alcatrão nasce mato’!

Em missiva enviada ao nosso jornal por email, e com o pedido de publicação, o nosso leitor A. Godinho dá conta do seguinte: 
“-Na rua das Eiras, em Brenha, situada numa zona de habitação e onde existem muitas vivenda, há uma rua que se apresenta com um aspeto tão desleixado que até no alcatrão nasce mato! A Junta de Freguesia já foi informada mas diz que falta um trator (?) e a Câmara também sabe o que se passa mas ninguém aqui passa para ver o que se passa... O desleixo é total neste momento!”

sábado, 7 de julho de 2018

Coisas do RFM SOMNII na praia da Figueira da Foz

1ª coisa 
Uma conversa interessante no Facebook, esta manhã: Escreveu V.I.Batista da Figueira da Foz: “-Estou a ver que a RFM promove mais e melhor além fronteiras a nossa cidade do que os seus responsáveis. Tenho dito!” 
Respondeu minutos depois V. Silva, uma figueirense em Burgos, Espanha: “-Não tenhas dúvidas. Ontem um francês perguntou de que cidade eu era e quando disse que era da Figueira da Foz ele perguntou logo se era onde se fazia o sunset!... 
2ª coisa 
Igualmente no Facebook, um desabafo de P. Simões: “-Figueira da Foz, 10 horas. Já fui a 6 caixas de multibanco, mas dinheiro, nem sombras dele..." (NR: É uma situação recorrente que vem acontecendo todos os anos. Não haverá forma de se tratar deste problema e‘abastecer’ os multibancos pelo menos nas manhãs dos segundos dias do festival!?) 
3ª coisa 
O agradável de ver uma cidade apinhada de malta jovem, num festival impante e pacífico. Idem no Face, alguém desabafou: “-É preciso vir um Sunset para ver o Bairro Novo apinhado “à moda antiga”!”  
E ontem no primeiro dia, dentro do recinto, não houve nenhuma ocorrência a registar. Apenas uns arrufos e uns ‘sopapos’ cá fora, já hoje de manhã junto à Torre do Relógio, logo dispersa à chegada da policia de intervenção, presente na cidade!

Foco vermelho de semáforo avariado coloca peões em risco!

Isto apesar de já aqui termos alertado para a situação em Abril passado! 
Quem pretende atravessar a passadeira para peões da rua da Liberdade, do ‘picadeiro’ em direção à esplanada, corre constante perigo, isto porque o foco vermelho para peões do semáforo junto às escadas está avariado há largos meses, e assim as pessoas avançam... ao mesmo tempo que os carros também avançam pois têm o foco verde ligado! E em cima das ‘zebras’ coincidem peões e carros a passarem!... um perigo, mais a mais neste fim de semana apinhado de jovens para o Sunset! 
Se acontecer um ‘azar’, de quem será a culpa!?

sexta-feira, 6 de julho de 2018

Já se veem algumas obras da ‘Requalificação do Núcleo Antigo da Figueira da Foz’. E como vai ficar a baixa da cidade!?

As obras vão incidir principalmente na zona histórica da cidade, com maior incidência nas vias e envolventes das ruas José da Silva Fonseca, Santos Rocha, Bombeiros Voluntários e dos Combatentes, e serão mais direcionadas ao nível do piso e das infraestruturas subterrâneas de saneamento de águas e serviços públicos. 
Também a Praça Velha e a Praça Nova, e em zonas entre estas, as obras a realizar passa pelo objetivo de diminuir a pressão automóvel, pretensão que está a gerar alguma apreensão entre os comerciantes.
Por sua vez há ruas, construidas ainda no século XIX, que não possuem atualmente passeios e onde o estacionamento é feito sem que existam lugares delimitados para o efeito, e que ligam a baixa à zona alta da Figueira da Foz, não havendo a possibilidade de existirem circulação rodoviária, aparcamento e passeio em simultâneo. Nestas a intervenção passará pelo nivelamento do piso, da dotação de uma única via central para a circulação automóvel, e da construção dos referidos passeios onde for possível. Claro que assim implicará a redução do número de lugares onde é possível estacionar. 
Na Praça Velha a zona do pelourinho deixa de ter estacionamento de um dos lados tornando-se assim mais pedonal, e a circulação automóvel passa a fazer-se (apenas a partir do meio da praça) em direção à rua do Bombeiros Voluntários. 
Não havendo uma explicação mais pormenorizada das obras a realizar, nem sequer uma planta exemplificativa dos locais onde na realidade se irão realizar (apesar de a termos solicitado mais do que uma vez) as pessoas vão avançando com ‘palpites’ que não são corretos ou, pelo menos, não estão definidos, como “a rua da República que agora é a subir vai passar a ser a descer...” ou que “os passeios das praças vão ser ‘cortadas’ a meio”, e também que “vão mudar o sentido de trânsito também das ruas Afonso de Albuquerque, Vasco da Gama e 10 de Agosto...” 
Ora fonte da CMFF garantiu-nos que nada está definido, só mesmo depois das obras e do piso e passeios construídos é que se julgará se será aconselhável alguma alteração do sentido automóvel de alguma via. 
Ora já se verificam dois focos de obras por aí. A primeira a começar foi a do parque de estacionamento entre a rua dos Bombeiros Voluntários e as traseiras da Igreja Matriz. A outra mesmo em frente à Praça Velha que, segundo nos comunicou um funcionário, será para o acesso direto do trânsito automóvel desta praça à avenida!Foz do Mondego (na foto). 
(Fontes da CMFF, do vereador Carlos Monteiro, e extratos de diversas publicações online)

quinta-feira, 5 de julho de 2018

Detido pela PSP por posse de arma e munições proibidas!

No âmbito de um processo em investigação a decorrer na Polícia de Segurança Pública da Figueira da Foz, foi detido ontem à tarde, pelas 15h20, um indivíduo de 68 anos residente na cidade. 
No cumprimento de uma diligência processual ao domicílio do suspeito, foram encontradas: Um revólver com seis munições, uma pistola com seis munições, uma espingarda, 15 munições de calibre 38 special, e 41 munições de calibre 12. Ora, não sendo titular de qualquer licença de uso e porte de arma, foi-lhe dada voz de detenção, bem como apreendidas as respetivas armas e munições.
(Compilação de Nota de Imprensa do Comando Distrital de Coimbra da PSP / Ilustração nossa de arquivo)

Bailarina figueirense Irina Casqueira conquistou 2 medalhas de ouro em Barcelona

A bailarina Figueirense Irina Casqueira, de 15 anos esteve presente no maior concurso mundial de dança, o “Dance World Cup”, que se realizou em Sitges, Barcelona de 22 a 30 de junho. Em 4 coreografias de grupo e em diferentes categorias, conquistou 2 medalhas de ouro, uma de prata e um 4º lugar, com 88,3%. 
O Conservatório Internacional de Dança Annarella Sanchez do qual Irina Casqueira é aluna, conquistou mais de 30 medalhas de ouro, prata e bronze, nas várias categorias e escalões em que participou, para além de vários prémios individuais e coletivos, obtendo a melhor classificação de todas as escolas portuguesas presentes na competição. 
Entre 48 países Portugal alcançou o terceiro lugar na Final do Dance World Cup 2018. 
Irina Casqueira só terá férias em agosto pois estará presente no Curso Intensivo de Verão durante o mês de julho no Conservatório Internacional de Dança Annarella Sanchez em Leiria, onde aprenderá com professores de influência mundial.

quarta-feira, 4 de julho de 2018

Patos a morrerem no desprezado Oásis, provavelmente devido a plantas venenosas, geram indignação!

Têm-se sucedido nas últimas semanas as queixas e alertas de muitas pessoas que lamentam o constante aparecimento de patos mortos nas margens visivelmente sujas e nas águas de aspeto inquinado do Oásis. 
Várias pessoas que nos contactaram na passada semana afirmam já terem visto patos a cambalear e com espuma a sair do bico antes de tombarem mortos como se tivessem sido vitimas de veneno, mais afirmando ser devido a plantas venenosas. 
Um facto é que fomos ao local e só vimos dois patos a nadar. Sempre ali morreram patos, por isto ou por aquilo, mas tantos como agora e prestes a desaparecerem de vez, nunca aconteceu. Há dois ou três anos viam-se dezenas por ali a dar graça e a embelezar e suavizar o local. Agora vêm-se dois. Por enquanto! 
Quanto às alegadas ‘plantas venenosas’, e como não somos especialistas no assunto, contactámos com quem o é, o técnico agrário Luis Breda, que após várias visitas ao lago, nos facultou por escrito a sua conclusão: 
“-Morte de patos no pequeno lago do Oásis próximo do restaurante ali existente: Na qualidade de cidadão residente nesta cidade e como Técnico Agrário com longa experiência na área de espécies infestantes, e combate a pragas nas culturas agrícolas em Moçambique, na QUIMIGAL Portuguesa e SAPEC e na direção de projetos, tomei a liberdade de procurar resposta no local para a causa da morte dos patos selvagens cuja população está a ser reduzida por razões estranhas. Testemunhei que o pequeno lago se apresenta ao abandono com uma perigosa ocupação de uma espécie de planta que ocupa a maioria do espaço deixando pouca área para os patos sobreviverem. Não é possível compreender que a espécie tenha liberdade para atingir a idade de dar flor que em muitos casos é venenosa. O sistema radicular subaquática desenvolve um perigoso sistema  que asfixia qualquer ave ou animal de pequeno porte que nele penetre como o pato... Assisti lá esta manhã á labuta de um cidadão idoso (sr. Constantino?) que confessou dedicar-se diariamente á retirada de parte destas plantas perigosas. Mais informo que fiz um contacto telefónico com um experiente amigo eng.º agrário residente no Algarve, onde é proprietário de uma empresa de jardins, lagos e de campos de golfe, que comprovou o perigo destas plantas para qualquer espécie. Em meu entender a causa da morte deve-se ao denso sistema radicular subaquático que rouba a liberdade de flutuar a qualquer espécie.   Urgente é retirar a água, combater a população verde, conservar a água limpa e escolher a opção: -Ou é um lago de plantas; -Ou é um reservatório de água para espécies viverem como: patos, galinhas da água e outras."
CLIQUE EM MENSAGENS ANTIGAS E CONTINUE A LER 'O PALHETAS NA FOZ'
=================================================================

Translate this newspaper for other languages

---------------------------------------------------------------------------------------------------