quinta-feira, 18 de julho de 2019

Um presidente de câmara para as “coisas pequenas”, precisa-se!

Os figueirenses começam a estar fartos de presidentes de câmara que querem ficar na história, e que para isso se propõem fazer uma qualquer “obra grande”, ou então aceitar e licenciar quem as façam, para se perpetuarem. Que, ainda por cima, costumam dar mau resultado! Exemplos? Não é preciso, são bem conhecidos ao longo dos anos, e não queremos alongar este artigo. 
Esperemos sinceramente que estas obras pela Figueira da Foz e Buarcos não se venham juntar a esse extenso rol, que terá como ponto mais alto e infelizmente negativo o paulatino desaparecimento da Praia da Claridade, aumento do areal, sujidade espalhada na praia, e por outras diversas ações cada uma pior que a anterior. Os figueirenses anseiam - agora e nos recentes últimos anos - é por um presidente de câmara para “as grandes coisas pequenas” = Ruas varridas através dos varredores com carrinhos que se viam noutros tempos; outros locais da cidade com nódoas entranhadas no piso - e onde as varridelas já nada resolvem - também lavadas com água e produtos adequados; alcatroar pedaços de estradas esburacadas; empedrar as dezenas de passeios com pedras soltas; tratar das árvores que estão 'tortas' e de outras visivelmente desprezadas; pintar passadeiras para peões que são um perigo por estarem 'invisíveis'; pintar ou lavar ou limpar paredes conspurcadas... e de que é que nos esquecemos mesmo!? 
«  «  «  «  «  «  «  «  «  «  «  «  «  «
Mas pelo menos, nos últimos dias, têm-se visto uns varredores por aí. A varrer aquelas 'coisas pequenas' a que chamamos lixo. 
Portanto, haja esperança, pois até pode ser que...
«  «  «  «  «  «  «  «  «  «  «  «  «  «

Sem comentários:

CLIQUE EM MENSAGENS ANTIGAS E CONTINUE A LER 'O PALHETAS NA FOZ'
=================================================================

Translate this newspaper for other languages

---------------------------------------------------------------------------------------------------