quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Nem tudo são rosas na travessa das ditas cujas!

É que 
para além 
de fios cortados 
e caídos (1) 
mesmo sobre 
a placa toponímica, 
eis que
do alcatrão 
remendado e esburacado (2) 
se ergue
um poste torto (3) no qual “se-pode-ver-um-sinal-de-trânsito-que-não-se-vê” (4)! 
São rosas com 
(muitos) espinhos!

Sem comentários:

CLIQUE EM MENSAGENS ANTIGAS E CONTINUE A LER 'O PALHETAS NA FOZ'
=================================================================

Translate this newspaper for other languages

---------------------------------------------------------------------------------------------------