quarta-feira, 30 de julho de 2014

Cócós e respetivo cheirete na Rua das Parreiras

Não interessa para quê nem o porquê de terem aberto um buraco (1) na Rua das Parreiras, interessa é que esburacaram tudo muito bem esburacadinho, e até encostaram os paralelepípedos retirados do buraco, também muito bem encostadinhos, a uma parede (2) ali a escassos dois ou três metros. Ora já lá vai mais de um mês, demora que “nestas coisas” e na nossa cidade já ninguém se admira! O que admira é o buraco, agora em terra, servir de ‘retrete’ ao cãezinhos, que ali vão defecando e defecando – pois ‘cheira-lhes’ – provocando um “cheirete” nauseabundo na rua, mormente nos dias de maior calor… e ninguém responsável ligar importância! 
E não nos venham dizer que não sabem, pois pelo menos quem abriu o buraco, sabe! E os paralelepípedos estão logo ali!...

Sem comentários:

CLIQUE EM MENSAGENS ANTIGAS E CONTINUE A LER 'O PALHETAS NA FOZ'
=================================================================

Translate this newspaper for other languages

---------------------------------------------------------------------------------------------------