domingo, 10 de abril de 2016

Pedregulho, placa e areia servem de homenagem na Rotunda dos Bombeiros da Figueira da Foz!

Há várias rotundas por Portugal e a Figueira da Foz não foge à regra: Rotundas dos Navegantes, do Pescador (Buarcos), do Centenário, Limonete (Tavarede), Nelson Mandela, João Alves, Baden Powell, da Escola Prática do Serviço de Transportes, do Barco da Arte (Quiaios), do Desembarque, Rotunda Adolfo Gonçalves Santiago, do Hospital (as três na Cova Gala), do Mar (Costa de Lavos), etc… 
E todas elas com um monumento de homenagem condizente com a designação. 
Mas todas mesmo!? 
Não! Inaugurado em maio de 2011 (vai para 5 anos!) existe um terreno redondo com lancis à volta, no acesso à variante de Tavarede, onde se pode ver uma duna de areia suja, um arbusto, e um ‘pedregulho’ com uma placa de metal afixada onde, quem se aproximar mais de perto consegue ler o que diz: "Rotunda dos Bombeiros da Figueira da Foz". 
Desde logo, na altura da inauguração, Lídio Lopes sugeriu que ali fosse erigido um elemento escultórico, avançando até que a corporação que preside comparticiparia com metade dos custos, ideia que o presidente da Câmara João Ataíde aceitou. 
Mas até hoje! Assim, enquanto todas as rotundas descritas em cima têm uma escultura ou qualquer outra peça alusiva e de homenagem à pessoa ou entidade que lhes dá o nome, a Rotunda dos Bombeiros da Figueira da Foz tem um ‘pedregulho’, uma placa cujo nome só se vê de perto, um areal sujo e um arbusto! 
É esta a homenagem da cidade aos seus Bombeiros!? Há cinco anos!?

1 comentário:

Anónimo disse...

se fosse um terreno dum amigo a Junta de Freguesia já tinha feito obra. Triste destino esta Tavarede

CLIQUE EM MENSAGENS ANTIGAS E CONTINUE A LER 'O PALHETAS NA FOZ'
=================================================================

Translate this newspaper for other languages

---------------------------------------------------------------------------------------------------