domingo, 16 de outubro de 2016

Figueirense no Luxemburgo dedica pintura ao 'seu' povo da Cova Gala, onde nasceu!

“-Desde já dedico esta obra arte ao povo da Cova Gala. Quando era catraio brincava muito junto à borda do rio com os meus amigos. Então decidi pintar este trabalho do local onde ocorriam as minhas brincadeiras de infância, no qual existia a ponte da gala, os palheiros dos pescadores, os botes onde nos atirávamos para a água, as estacas de amarração dos barcos, etc. 
Fica a recordação de algo que não existe mais e que nos fez a infância feliz. Apesar de estar longe, a Cova Gala estará sempre no meu coração”. (Pintura de Nelson Santos)

Sem comentários:

CLIQUE EM MENSAGENS ANTIGAS E CONTINUE A LER 'O PALHETAS NA FOZ'
=================================================================

Translate this newspaper for other languages

---------------------------------------------------------------------------------------------------