quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Polícia Marítima fiscalizou ontem pesca com as redes majoeiras entre Figueira da Foz e Mira

O Comando-local da Polícia Marítima da Figueira da Foz desenvolveu ontem, 16 de novembro, entre as 07h00 e as 13h00, no âmbito das suas competências, uma operação de fiscalização da pesca com redes majoeiras (de tresmalho) nas praias a norte da Figueira da Foz até Mira. 
Como resultado desta operação, foram fiscalizados 17 pescadores profissionais e 124 redes majoeiras em situação legal, tendo sido recolhidas e apreendidas 11 redes em situação ilegal. 
Foi elaborado o respetivo expediente e autos de contraordenação no Comando-local da Polícia Marítima da Figueira da Foz. 
………………………………………….. 
INFORMAÇÃO: As redes majoeiras devem estar corretamente identificadas com o n.º de inscrito marítimo ou licença, bem como uma boia de cor vermelha, com pelo menos 20cm de diâmetro, em cada extremidade. A malhagem mínima autorizada é de 110mm no miúdo e 500mm nas alvitanas, não podendo ultrapassar os 10m de comprimento, nem os 2m de altura. Cada pescador apenas pode operar com um total de 8 redes e máximo de 4 caçadas. A sua utilização apenas é permitida entre 1 de outubro e 30 de abril de cada ano, com exceção dos sábados, domingos e feriados.

3 comentários:

Ferreira disse...

Isto é uma vergonha em autorizar este tipo de redes na época da desova do robalo, em vez de se fazer um defeso geral nesta fase da desova autorizasse a destruir o pouco que já existe.

Ferreira disse...

Isto é uma vergonha em autorizar este tipo de redes na época da desova do robalo, em vez de se fazer um defeso geral nesta fase da desova autorizasse a destruir o pouco que já existe.

paulo disse...

Faz-me lembrar o "puto" de 6 anos a vender jornais,quando lhe perguntaram porque nao ia á escola ele respondeu com uma pergunta: e depois como eu me alimento?
e eu pergunto e depois os pescadores? dá-se um subsidio? e a seguir diz-se que se paga para nao pescar
digo eu,nao percebo nada de pesca mas acho que as coisas teem de ser vistas do ponto de vista de quem pesca

CLIQUE EM MENSAGENS ANTIGAS E CONTINUE A LER 'O PALHETAS NA FOZ'
=================================================================

Translate this newspaper for other languages

---------------------------------------------------------------------------------------------------