domingo, 2 de abril de 2017

Varandas baixas e com barras horizontais, um perigo! E a nossa cidade não escapa à (má) onda!

É frequente ver, em muitas construções recentes, varandas fora da lei ou mesmo perigosas. Pelo menos fora do que manda o bom senso, ou seja, muito baixas (se nos debruçarmos dá-nos a sensação de podermos cair!) ou então com traves horizontais (que servem de escadas para crianças).
E o que nos levou a escrever estas parcas linhas, até porque não sermos especialistas na matéria, é o facto de vermos atualmente construirem-se prédios recentes com as varandas visivelmente baixas, e com as perigosas – para as crianças - barras horizontais, ao lado de prédios bem mais antigos de varandas adequadamente altas (pelo menos 1,10 de altura) e com as barras verticais (com distância entre estas inferiores a 9 centímetros para evitar que a cabeça de uma criança passe). Pela Figueira da Foz também há vários exemplos destes. 
Pelos vistos não há é um mínimo de fiscalização, nem a nível local nem nacional!

Sem comentários:

CLIQUE EM MENSAGENS ANTIGAS E CONTINUE A LER 'O PALHETAS NA FOZ'
=================================================================

Translate this newspaper for other languages

---------------------------------------------------------------------------------------------------