quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Quem escorrega também cai... sem corrimão!

E muitos caem nas escadas para as Abadias junto ao Museu! É que, para além do mau aspeto visual, sempre se revelaram muito escorregadias mesmo em tempo seco, mas agora com esta chuva… imagine-se! 
E estamos a escrever estas linhas por termos tido conhecimento hoje mesmo que, nos últimos 15 dias, aconteceram ali quatro quedas, segundo informação de um morador da zona, que acrescentou que “podem ter havido mais! É que isto é quase todos os dias!” 
Na passada semana, duas quedas, uma com deslocação ao hospital. E já esta semana (e ainda só vamos na 4ª feira) mais duas, uma na 2ª feira e outra na 3ª feira (idem para o hospital desde as 10 horas da manhã até às 02 da tarde, e vá lá, vá lá!...). 
Ora as quedas acontecem pelas mais óbvias razões: piso muito escorregadio devido às humidades, limos e sujidade. Mas o que mais provoca as escorregadelas é o piso ‘vidrado’, que deveria ser ‘limado’ para ganhar alguma rugosidade. 
 No entanto do que as pessoas mais se queixam é de não haver ali um corrimão central. Veja-se pela foto: quem desejar apoiar-se a algo, seja de verão ou de inverno, com bom ou mais tempo, por ser idoso ou com dificuldade em locomover-se, não tem! 
Mas como lemos por aí que vão ser investido uns quantos milhões na cidade, pode ser que, além de mais uma ou duas rotundas, sobrem uns tostões pelo menos para o tal corrimão…

1 comentário:

Anónimo disse...

Muito bem observado.
O tamanho dos degraus é curto e as escadas não são lipmas. Há acumulação de sujidade e verdura.

MAS outro local que há muito mervecia um corrimão central são as escadas que dão da Esplanada Silva Guimarães para o passeio, junto ao hotel (o conhecido IPod) e posto de Turismo.
Há muito que esse local merecia um corrimão central, pelo número de pessoas que aí passam diariamente, sobretudo no Verão, quer pelas pessoas de idade, crianças e famílias com acessórios de praia.

Esse local merecia uma atenção (está sempre sujo no verão) e um corrimão central.

CLIQUE EM MENSAGENS ANTIGAS E CONTINUE A LER 'O PALHETAS NA FOZ'
=================================================================

Translate this newspaper for other languages

---------------------------------------------------------------------------------------------------